VÁRZEA DO POÇO: PARA COMBATER A DENGUE VOCÊ E A ÁGUA NÃO PODEM FICAR PARADO!!!



 

2012 começou de maneira preocupante para saúde de Várzea do Poço. Até o presente momento já foram notificados varios casos suspeitos da doença, sendo que a maioria no bairro do Alto Alegre. Esses números já caracterizam um surto da doença e nossos esforços estão voltados no intuito de evitar que este problema de saúde pública se agrave. Esse é o período do ano mais propicio para o desenvolvimento do mosquito, assim é preciso nos conscientazarmos da nossa responsábilidade no combate ao mosquito transmissor.
Além disso, devido ao quantitativo insuficiente do larvicida fornecido pelo Ministério da Saúde aos municípios, os agentes de endemias só estarão tratando os recipientes e/ou depósitos que forem encontrado algum foco de dengue que não possa ser eliminado mecanicamente.
Combater a dengue não é uma tarefa fácil, por isso são necessárias a mobilização e a colaboração de todos para eliminar os focos do mosquito e os riscos de uma epidemia. Medidas simples, desde que praticadas todos os dias, geram bons resultados e ajudam a proteger não só a sua família, mas toda a comunidade. Conheça aqui tudo sobre a dengue e ajude-nos nesse combate. A hora de agir é agora!
Dengue
A dengue é uma doença febril aguda, de etiologia viral e que se manifesta de maneira variável desde uma forma assintomática, até quadros graves e hemorrágicos, podendo levar ao óbito. A Dengue  vem se apresentando como um sério problema de saúde pública, por se caracterizar como um dos principais problemas de saúde pública no mundo.

Sintomas
A forma clínica clássica caracteriza-se pelos seguintes sintomas: febre alta com duração de 2 a 7 dias; dor de cabeça; dor no corpo e nas juntas; dor atrás dos olhos; manchas vermelhas pelo corpo. Ao se observar o aparecimento desses sintomas , procure imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima e não faça uso de medicamentos por conta própria.
Trasnmissão
A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypti infectado com o vírus transmisssor da doença. O mosquito se reproduz em água parada e para prevenir não podemos deixar água acumular.

Atenção: os artigos deste portal não são de nossa autoria e responsabilidade.
Nós não produzimos e nem escrevemos esse artigo qual você esta lendo.

Entenda: nosso site utiliza uma tecnologia de indexação, assim como o 'Google News', incorporando de forma automática as notícias de Jacobina e Região.
Nossa proposta é preservar a história de Jacobina através da preservação dos artigos/relatos/histórias produzidas na internet. Também utilizamos a nossa plataforma para combater a desinformação nas redes (FakeNews).

Confira a postagem original deste artigo em: http://varzeadopoconoticias.blogspot.com/

Em conformidade com às disposições da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709/2018) e às demais normas vigentes aplicáveis, respeitando os princípios legais, nosso site não armazena dados pessoais, somente utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.