Invasor que rasgou notas da apuração está arrependido, diz advogado

23/02/2012 - Tiago Ciro Tadeu Faria, preso pela Polícia Militar sob a suspeita de ter invadido a área restrita da apuração do carnaval de São Paulo no Anhembi, roubado os papéis com os resultados e fugido na tarde de terça-feira (21), está arrependido do que fez. A informação foi dada ao G1 nesta quarta-feira (22) pelo advogado da Império da Casa Verde, Eduardo Moraes, que também está defendendo os interesses do vendedor de carros. Sua defesa pretende entrar com um pedido de liberdade provisória diretamente a um juiz do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo), no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista. O suspeito usava uma camiseta com o nome da Casa Verde, uma das concorrentes, no momento em que estava numa área reservada à diretoria da escola de samba, e pulou uma cerca de proteção e tomou os documentos do locutor do evento. Câmeras de TV e fotógrafos chegaram a registrar a imagem do homem sentado junto à mesa da presidência da agremiação. Também o flagraram pulando um cercado e rasgando e roubando os documentos da mesa. Leia mais no G1.