Banzaê – Alex da Piatã comemora reforma de igreja secular na aldeia indígena Mirandela pelo governador Rui Costa

O deputado Alex da Piatã acompanhou o governador Rui Costa a cidade de Banzaê na segunda-feira, 02, onde se reuniu com prefeitos dos municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal Semiárido Nordeste II (Cisan) e dentre as obras entregues pelo governo, está à reforma da Igreja da Ascensão do Senhor, situada na localidade de aldeia indígena Mirandela.

Foto: Assessoria deputado Alex da Piatã

Alex da Piatã, ao falar com o CN, lembrou que visitou a aldeia em 14 de setembro de 2019 atendendo ao convite do então vereador Agrício Índio, que também é cacique e conheceu as formas que sobrevivem cerca de quatro mil índios, ou seja, da agricultura de subsistência, fábrica de biscoitos, do artesanato e de programas sociais.

Alex recebido na aldeia e dentre as demandas apresentadas, estava o pedido da reforma de igreja

“Me lembro que sentamos na praça com 12 caciques e conversamos com eles sobre suas demandas, e naquele dia visitamos a centenária igreja, construída por jesuítas há cerca de 400 anos. Na localidade, predomina a religião cristã católica e garanti que lutaríamos para que a igreja fosse restaurada e reconhecida como patrimônio histórico, conforme destacada solicitação dos nativos e hoje é uma realidade graças a uma ação determinante do governador Rui Costa com apoio da prefeita Jailma Dantas”, lembrou o parlamentar Social Democrata.

Foto: Assessoria deputado Alex da Piatã

História

A igreja é uma construção do início do século XVIII, executada por indígenas do povo Kiriri, ocupantes originais do território. Devido a sua elevação, a construção de 409 metros quadrados ocupa lugar de destaque na praça principal. Suas características são típicas das catedrais jesuíticas, com três naves cobertas por telhado de duas águas.

Foto: Alberto Coutinho

A edificação é tombada como patrimônio cultural pelo Ipac e foi totalmente recuperada pela Conder, empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), em um cuidadoso trabalho de recuperação arquitetônica que faz jus à sua rica história de resistência do povo indígena. A intervenção teve investimento do Governo do Estado, da ordem de R$ 500 mil.

Ao CN, o governador Rui Costa, disse que a igreja tem um valor histórico e simbólico muito grande para a aldeia indígena e que irá ajudar a recuperar também os equipamentos.

Atenção: os artigos deste portal não são de nossa autoria e responsabilidade.
Nós não produzimos e nem escrevemos esse artigo qual você esta lendo.

Entenda: nosso site utiliza uma tecnologia de indexação, assim como o 'Google News', incorporando de forma automática as notícias de Jacobina e Região.
Nossa proposta é preservar a história de Jacobina através da preservação dos artigos/relatos/histórias produzidas na internet. Também utilizamos a nossa plataforma para combater a desinformação nas redes (FakeNews).

Confira a postagem original deste artigo em: https://www.calilanoticias.com

Em conformidade com às disposições da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709/2018) e às demais normas vigentes aplicáveis, respeitando os princípios legais, nosso site não armazena dados pessoais, somente utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.