Após receber comitiva de Aramari e acompanhá-la em audiência na SAEB, Alex da Piatã visita fazenda que Governo pretende leiloar

Durante a semana, cinco dias de atividades de agenda do deputado estadual Alex da Piatã (PSD), três foram com foco no município de Aramari, microrregião de Alagoinhas, onde 90 famílias buscam apoio para evitar que o Governo da Bahia leve a leilão a Fazenda Granja Leiteira que pertenceu a extinta EBDA e há muitos anos foi ocupada pelo Movimento Sem Terra (MST) e dentro dela criado três assentamentos.

No mês passado a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) atendeu uma solicitação do Governo do Estado e aprovou um Projeto de Lei solicitando autorização para que o poder executivo possa alienar, por meio de leilão, os bens e imóveis de propriedade do estado, ou seja, a venda de imóveis localizados na capital e interior citado no projeto, ao todo 27 imóveis, estando incluso a Fazenda Granja Leiteira.

Prefeito Fidel entrega oficio ao deputado

Na segunda-feira, 10, o deputado Alex da Piatã recebeu em seu gabinete o prefeito Fidel, o vice Mirivaldo e os 9 vereadores que compõe a Câmara, la estava edis da situação e oposição unidos pela mesma causa e entregaram um ofício ao deputado que se comprometeu a levar a comitiva até o secretário de Administração do Estado. A reunião ocorreu na manhã do dia seguinte e o secretário Edelvino da Silva Góes Filho ouviu o apelo para que retire da relação a referida fazenda.

Nesta sexta-feira, 14, o deputado esteve em Aramari onde se encontrou com o prefeito Fidel, o vice-prefeito Mirivaldo, os vereadores Abreu de Dona Gilda, Rone Cardoso, Irmão Moacyr e Eloy, os secretários municipais Rafael, Lauriano e Cajueiro, além do chefe de gabinete, Tonho Cardoso, e se dirigiram até a fazenda Granja Leiteira, na localidade do Pau D Alho e visitaram os assentamentos. “Conversamos com o líder do acampamento, Leo, além dos moradores da comunidade sobre a nossa mobilização para evitar a venda da propriedade, cuja mesma está na lista do leilão dos imóveis do Estado, visando garantir a permanência das famílias nessa terra”, disse Alex.

 

“Vamos continuar lutando para que o Governo retire essa clausula da lei, caso contrário, se for pra votação na assembleia, não voto a favor do leilão de forma nenhuma”, garantiu.

A fazenda tem 806 hectares onde reside 90 famílias distribuídas em três assentamentos: Fábio Santos, Cajazeiras e Rio Pardo, este último pertence ao vizinho município de Pedrão. Os moradores são de Aramari, Alagoinhas, Ouriçangas e Poções.

O prefeito Fidel disse que toda essa luta para manter as famílias nos assentamentos após o vereador Toinho de Julião fazer um requerimento e que recebeu assinatura de todos os colegas de parlamento de Aramari que foi entregue ao deputado Alex da Piatã que providenciou a audiência com o secretário Edelvino, manteve contato com o deputado Rosemberg Pinto que é líder do Governo na ALBA, que também já agendou uma conversa na próxima segunda-feira, 17, com as lideranças de Aramari.

“As famílias devem continuar morando e produzindo na fazenda, pois, é direito garantido de viver de forma digna, além de manter as pessoas no campo, essa fazenda contribui muito para economia de Aramari” , afirmou Fidel.

Dona Maria da Conceição roga a Deus que a fazenda não vá a leilão

Dona Maria da Conceição Santos, 58 anos, era moradora da sede do município, e já está morando no assentamento há sete anos. “Depois que vim pra aqui minha vida mudou, antes eu comprava, hoje eu vendo. Tudo que eu comprava pra sobreviver, hoje estou vendendo pra cidade”, contou.

A Câmara Municipal de Pedrão também abraçou a causa.

Veja a reportagem em vídeo