Monte Santo: pré-candidato do PT desiste e anuncia apoio a Silvania Matos

Se a união de Jorge Andrade (PSD) com Silvânia Matos (PSB) já era considerada importante para as oposições na disputa da Prefeitura de Monte Santo, ficou ainda mais fortalecidas com a adesão do advogado Luiz Costa do PT que vinha numa pré-campanha de prefeito, mas na noite de quinta-feira, 17, através de uma Live falou que estaria desistindo e que iria apoiar a chapa Silvânia e Itácia.

Dr Luiz disse que não podia ficar neutro e tinha que escolher entre a representante de Lula e o representante de Bolsonaro e ele escolheu aquele que tirou a fome do povo

Segundo ele começou os trabalhos com vista na disputa das eleições em julho do ano passado com o aval de Josias Gomes deputado federal licenciado, ele que atualmente está secretário de Desenvolvimento Rural (SDR) da deputada Fátima Nunes (PT) e Olívia Santana (PCdoB), e demais lideranças, o próprio governador Rui Costa,  além do próprio diretório municipal que pedia para que ele ‘topasse’ entrar na disputa, ” e eu assumi essa missão, embora não tivesse sido o que pensei na minha vida ocupar um cargo eletivo e sabendo naquele momento a condição que a gente reunia pra fazer o pleito eu decidir topar com muito carinho que tenho ao povo de Monte Santo e o nosso projeto seria transformador para Monte Santo e ali iniciei uma peregrinação por todo município”, afirmou

Segundo ele iniciou um projeto muito bonito e um planejamento para se tornar mais conhecido, já que nunca havia concorrido a nenhum cargo político, foi montando todo projeto para que até maio para  se apresentar em todos os povoados, “acontece que a pandemia a partir do mês de março me tirou de campo e fui bastante prejudicado, tendo em vista que os outros pré-candidatos também saíram, mas já são conhecidos”, justificou.

Dr Luiz como é conhecido disse que em junho retornou todo trabalho visitando e conhecendo os problemas do município e apresentou soluções, que estão registradas no plano de Governo, na área de saúde, saneamento básico, desemprego, educação, estradas, aguadas, moradia “e o problema da fome batendo na porta do povo de Monte Santo há quatro anos, após o  fim dos governos de Lula e de Dilma”, afirmou.

Ao falar sobre pesquisa ele admitiu que não alcançou uma pontuação que desse conforto e daí começaram a surgir pedidos de outros grupos para que ele retirasse a candidatura e que até determinado momento acenou, para isso até que na semana passada a executiva estadual do partido que indeferiu a sua candidatura, mesmo contra sua vontade, porém reconheceu que o partido tinha elementos que embasaram na decisão e que já tem uma candidatura que é da base do governo também que se encontra melhor posicionada.

“Então havia um desejo da base do governo que a gente criasse uma unidade para que tivesse êxito nas eleições. Tivemos nossa convenção na segunda-feira, me pronunciei, e anunciei o não prosseguimento de minha candidatura.No mesmo dia o governador Rui Costa me convidou para um café em Salvador e lá discutimos a situação de Monte Santo quando ele me fez o pedido para apoiar a base dele, já que a gente não tinha mais candidatura.”, relatou.

Portanto, na condição de petista tendo Silvania Matos como aliada e do outro lado um grupo que ele coloca como bolsonarista, segundo ele é pelas eleições municipais que se define as nacionais daqui a 2 anos, “se o representante da turma de Bolsonaro vence as eleições, não adianta o povo de Monte Santo sonhar com a ‘volta do velhinho'(volta da Lula) que não vai ser possível, então a nossa decisão está embasada nisso também”, disse Luiz.

Convicto e decidido do apoio a Silvania, Dr Luiz disse que ligou pra ela para propor inserir elementos do seu plano de Governo, no plano de governo dela e que ela topou prontamente. Ele disse ainda que conversou com os pré-candidatos a vereador que estão dispostos a derrotar Bolsonaro em Monte Santo, assim como lideranças que estavam firmes na sua campanha e passam a trabalham no projeto para eleger Silvania Matos.

De acordo com uma pesquisa divulgada no fim do mês passado, a pré-candidata aparecia com cerca de 10 pontos percentuais na frente do atual prefeito e pré-candidato a reeleição, Dr Luiz aparecia com 2,55%, o que ele admitiu que não eram números satisfatórios.