Após denúncia de Neymar, presidente da FFF diz que racismo no esporte não existe


O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF) fez uma declaração polêmica durante entrevista ao canal RCN quando questionado sobre caso entre Neymar e o zagueiro Álvaro González no jogo entre o Paris Saint-Germain e Olympique de Marseille. Segundo Noël Le Graët o esporte não possui discriminação por raça.

“O fenômeno do racismo no esporte, e no futebol em particular, não existe ou quase não existe”, declarou o dirigente. “Em um jogo, pode haver problemas. Mas temos menos de 1% de dificuldade hoje. Quando um negro marca um gol, todo o estádio aplaude”, completou.

Questionado especificamente sobre a situação entre o jogador brasileiro e o atleta espanhol, ele disse que o comportamento dos dois não foi exemplar e que aguarda maiores detalhes com desenrolar da denúncia do atacante do PSG.

Segundo o jornal Le Parisien o Comitê Disciplinar da Liga de Futebolistas Profissionais está investigando o caso após o PSG organizar uma equipe para analisar as imagens do jogo e provar que Neymar teria sofrido comentários racistas. Na última segunda (14), o clube publicou uma nota defendendo o atacante.

O caso entre jogadores será avaliado e julgado e os dois atletas podem receber suspensão pelo ocorrido.

Segundo o jornal Le Parisien