Vídeo: Em sessão virtual, servidor chama futura presidente do TCU de "louca" e xinga sem perceber que microfone estava aberto


Durante uma reunião por videoconferência, um servidor do Tribunal de Contas da União (TCU) acabou falando um palavrão, sem perceber que o microfone estava aberto, e criticou a futura presidente do órgão, a ministra Ana Arraes.

Durante a sessão virtual, enquanto a ministra falava, o servidor reclamou sobre uma fala dela em relação ao procurador Lucas Furtado: “Não pediu vista, porr*!”, disse o homem.

Visivelmente assustada, Ana Arraes não responde nada e o servidor continua: “A mulher é louca. Ele não pediu vista. Rapaz do céu. A ministra Ana Arraes vai ser o caos na presidência do TCU”.

Em nota, a assessoria do TCU informou que será instaurado um processo para apuração dos fatos. 

“Pelas normas regimentais, o ministro Walton Alencar, decano da Casa, conduzirá a apuração e ela deve seguir os ritos processuais próprios da Corregedoria. Necessário, ainda, esclarecer que não houve equívoco por parte da ministra Ana Arraes condução da sessão, pois de fato houve o pedido de vista do subprocurador Lucas Rocha Furtado”, esclareceu o órgão.

Fonte; BNews

Veja vídeo: