Pastor é morto por crocodilo enquanto batizava fiéis em lago na Etiópia

Um pastor foi morto por um crocodilo enquanto batizava fiéis em um lago no sul na Etiópia. Docho Eshete, de 45 anos, foi mordido nas pernas, costas e mãos pelo réptil logo após iniciar a cerimônia de batismo com 80 pessoas.
À BBC, Ketema Kairo, que testemunhou o caso, contou que Eshete havia batizado a primeira pessoa e se preparava para batizar a segunda quando o crocodilo o agarrou.
O lago Abaya, onde ocorreu o incidente, é conhecido pela grande população de crocodilos de comportamento agressivo em relação a humanos devido à escassez de peixes.
Segundo a polícia local, pescadores resgataram o homem usando redes de pesca, impedindo o animal de carregar o corpo para o fundo do lago. A suspeita é de que o réptil seja da espécie crocodilo-do-Nilo, que pode chegar a seis metros de comprimento e pesar até uma tonelada. O crocodilo não foi capturado após o ataque.
O lago Abaya, o segundo maior do país, é conhecido pela grande população de crocodilos de comportamento agressivo em relação a humanos devido a escassez de peixes, sua principal fonte de alimento. O continente africano registra mais de 300 pessoas atacadas por ano.

Fonte: Extra