Após comentário racista, William Waack é demitido da TV Globo

Após comentário racista, William Waack é demitido da TV Globo

Mais de um mês após aparecer em um vídeo fazendo um comentário racista, o jornalista William Waack foi demitido da TV Globo. A informação foi divulgada pela emissora em um comunicado nesta sexta-feira (22), assinado pelo diretor de jornalismo da TV Globo, Ali Kamel e pelo ex-âncora do “Jornal da Globo”.

“A TV GLOBO e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham”, diz o comunicado divulgado pela emissora. No mesmo texto, o jornalista nega que teve o objetivo de fazer ofensas raciais. “Em relação ao vídeo que circulou na internet a partir do dia 8 de novembro de 2017, William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças”, diz outro trecho.

Entenda

Um vídeo divulgado em novembro deste ano mostra o jornalista gravando em frente a Casa Branca, nos Estados Unidos, quando um carro passa buzinando e ele reclama. “Tá buzinando por que, seu merda do cacete?”, diz o jornalista, reclamando de uma buzina. Ele diz então para o convidado que está ao seu lado para a transmissão: “Você é um, não vou nem falar, eu sei quem é…” Depois, ele se vira para o convidado e diz: “É preto, é coisa de preto”, aparentando irritação.

O vídeo foi gravado em novembro de 2016, mas só foi divulgado esse ano. A hashtag #WilliamWaack foi para o segundo lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil no dia da divulgação do vídeo. No mesmo dia, ele foi afastado da bancada do Jornal da Globo.

Correio

Jacobina Notícias | Tudo sobre Jacobina e Região!.