Economia: Alckmin reajusta policiais e aumento é de 27,7%

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou ontem um reajuste de 27,7% aos policiais civis, militares e científicos, e também a agentes de segurança penitenciária e de escolta e vigilância penitenciária.

O aumento atingirá 150 mil servidores da ativa e quase 103 mil aposentados e pensionistas. O salário inicial de delegados, peritos criminais e médicos legistas passará de imediato de R$ 5.874,30 para R$ 6.920,29 nas cidades com mais de 500 mil habitantes.

Nos municípios até 500 mil habitantes, o menor salário de delegados, peritos e médicos legistas subirá de R$ 5.559,30 para R$ 6.605,29.

O reajuste será pago em duas parcelas: a primeira, de 15%, a partir de 1 de julho, e a segunda, de 11%, a partir de 1 de agosto de 2012.

Só a primeira parcela do reajuste significará acréscimo de R$ 700 milhões na despesa de pessoal do governo este ano. No anúncio, no Palácio dos Bandeirantes, Alckmin disse que um reajuste nunca é o ideal, e anunciou também pacote de benefícios às carreiras policiais.(O Globo){jcomments on}