VIVI É UMA FLOR BELA (Vera Jacobina)


Ela chegou de repente,
Cheia de graça,
De brilho,
De beleza,
Quanta sutileza!
Então eu vi,
Vi Vivi,
Ensaiar pra ser atriz,
Riscando o chão
Como um giz...
De vestido rosa,
Era sim uma rosa,
Naquele jardim.
Vivi é assim:
Com pintura,
Ou sem pintura,
É cheia de ternura,
E sem nenhuma agrura,
Ela toca a vida,
Sorrindo, cantando, e encantando,
Fazendo dos nossos dias,
Uma linda alegoria.

Vivi é minha sobrinha (Victória) de 11 anos de idade, que está enveredando pelos caminhos do teatro. Fez 5 papéis no Auto do Presépio de Natal, e agora ensaia para apresentar: OS SALTIMBANCOS.
Fonte: http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=53995&categoria=7