Militar que assumiu relação gay pede aposentadoria do Exército

30/12/2011 - O segundo-sargento Laci Marinho de Araújo, 39 anos, que ficou conhecido por ter assumido a condição de homossexual e por manter uma relação estável de 13 anos com outro militar, ingressou, nesta quinta-feira, com pedido de aposentadoria do Exército. Araújo deu entrada no pedido com base em uma “ata de inspeção de saúde” do próprio Exército, na qual é considerado “incapaz definitivamente” para o serviço militar. Segundo a assessoria do Comando Militar do Planalto, depois da tramitação do pedido, a aposentadoria do militar pode ser publicada em até 60 dias no “Diário Oficial da União”. A história de Araújo e do companheiro dele, Fernando Alcântara de Figueiredo, 38 anos, também segundo-sargento, foi revelada pela revista “Época”, em maio de 2008. Na ocasião, ele já estava afastado do Exército por problemas de saúde. (G1)