Moro é ‘funcionário de Bolsonaro’, diz Maia ao atacar projeto do ministro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quarta-feira que o ministro da Justiça, Sergio Moro , descumpriu um acordo com o governo ao sugerir que o projeto anticrime tramite em paralelo com a reforma da Previdência. Maia também criticou a proposta, dizendo que é um “Copia e cola” do projeto apresentado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, no ano passado.

“Moro está desrespeitando um acordo meu com o governo. Nosso acordo é priorizar a Previdência. Eu acho que ele conhece pouco política. Eu sou presidente da Câmara, ele é ministro funcionário do presidente [Jair] Bolsonaro. Então o presidente Bolsonaro tem que dialogar comigo”, disse. “Ele [Moro] não é presidente da República, não foi eleito para isso.”,disse Maia, ao sair de uma reunião com Paulo Guedes no ministério da Economia. (Poder 360º)