Mais de 300 padres são acusados de pedofilia no Texas

A Igreja Católica identificou os nomes de mais de 300 padres acusados de pedofilia nas últimas seis décadas no Texas, nos Estados Unidos. Em San Antonio, Houston e Dallas, principais cidades do estado, 57, 42 e 31 nomes de religiosos foram listados respectivamente. Alguns dos nomes aparecem repetidos em várias listas. As 15 dioceses do Texas tinham prometido em outubro passado divulgar essa extensa lista, que data dos anos 1950. Todos os padres acusados morreram ou foram removidos do clero, de acordo com autoridades da igreja. Há, entanto, casos recentes: dois padres em Houston e um em San Antonio, que ainda está sendo investigado. (Metro1)