Igreja demorou a combater pedofilia, admite Papa

O papa Francisco reconheceu mais uma vez, com "vergonha e arrependimento", que a Igreja Católica demorou a agir para combater casos de pedofilia, em uma "Carta ao Povo de Deus", divulgada nesta segunda-feira (20). A Suprema Corte da Pensilvânia, nos Estados Unidos, divulgou, na última terça-feira (14), um relatório do júri formado para analisar as mais de 300 acusações de abuso sexual cometido por padres. Segundo o G1, por 18 meses, a investigação cobriu oito dioceses do estado, além de acompanhar relatórios do júri em outras duas. (Noticias ao Minuto)