PF testa portões de controle eletrônico no aeroporto de Brasília

26/07/2011 – Começa nesta terça-feira a primeira fase do projeto piloto para o uso de portões eletrônicos de controle migratório no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília. Conhecido como Rapid (Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados Documentalmente), o sistema, de tecnologia portuguesa, pretende tornar mais rápida e segura a circulação de viajantes. O governo estuda a adoção de novas tecnologias no controle migratório para utilização em aeroportos das cidades sede da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. O projeto do Rapid faz parte de um acordo da Polícia Federal com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, de Portugal. O modelo testado já funciona em países como Inglaterra e Austrália, além de Portugal. O lançamento oficial será feito na tarde de hoje pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, pelo diretor-geral da PF, Leandro Coimbra, e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas. (Folha)