Conheça o iate superluxuoso de Eike Batista que a Polícia Federal apreendeu e pode ir a leilão

Em 2009, quando ainda tinha como objetivo de vida ser um dos homens mais ricos do mundo, Eike Batista comprou um iate superluxuoso, o Pershing 115, da italiana Ferretti, por um valor estimado entre R$ 80 milhões a 100 milhões, dependendo dos acessórios opcionais que compõem o veículo. Assim como as ondas do mar vêm e vão, seis anos depois o empresário vê sua “Ferrari do mar”, como são conhecidas as embarcações da Ferretti, ser apreendida pela Polícia Federal, como parte da operação que confiscou cerca de R$ 3 bilhões em bens para garantir o pagamento de credores. O Pershing 115 tem 35 metros de comprimento (ou 115 pés). O espaço interno equivale a um apartamento de 900 metros quadrados. Ele pode chegar a quase 100 km por hora, desempenho possível graças ao motor de mais de 12.000 cv de potência. Para o interior do barco, a fabricante Ferretti sugere até três suítes, piso de madeira especial, carvalho silvestre frise, ou carpete claro para simular a aparência de areia da praia. A cozinha é de aço escovado. Ele também é iluminado por lâmpadas LED, que ajudam a reduzir o calor. O iate pode acomodar cerca de 20 pessoas com conforto e até nove pessoas para um pernoite. Os passageiros desfrutam de um sistema de som MP3, vídeo e TV LCD de 67 polegadas na sala. Há ainda espaço para guardar dois jet-skis. Segundo a fabricante, o modelo Pershing 115 foi vencedor de vários prêmios de design e estilo.