Mutirão do MP no município de Mairi resulta em 92 denúncias

A Unidade de Apoio a Atividade Finalística (UAAF) do Ministério Público estadual analisou mais de 200 processos e inquéritos policiais durante mutirão realizado no município de Mairi, que fica a 296 km de Salvador. Entre as manifestações, foram realizadas 92 denúncias e 62 arquivamentos de processos.

O mutirão, que começou na segunda-feira, dia 4, e terminou nesta sexta, dia 8, foi coordenado pelo promotor de Justiça Luciano Valadares e contou com a participação de cinco servidores da Instituição. As atividades consistiram no apoio e assessoramento em manifestações de natureza criminal, inquéritos policiais, termos circunstanciados e alegações finais, totalizando 240 manifestações.

“Esse trabalho tem um forte impacto na sociedade, na medida que contribui para o combate à impunidade”, ressaltou o promotor de Justiça Luciano Valadares. As manifestações jurídicas dos assessores serão lançadas no Idea, sistema informatizado de cadastramento de processos do MP.

Sobre a UAAF

A criação da unidade teve como principal finalidade dar baixa no passivo acumulado ao longo dos anos e resolver a situação de sobrecarga de serviço verificada em algumas Promotorias de Justiça, em especial aquelas desprovidas de membro titular. A UAAF presta apoio às Promotorias de Justiça manifestando-se em processos judiciais, inquéritos policiais, notícias de fato, representações, procedimentos administrativos preparatórios, inquéritos civis, procedimentos investigatórios criminais e demais procedimentos administrativos.