Festival de manifestações populares, forró e duelo de repente com rapper marca penúltimo dia da Semana de Cultura

Penúltimo dia da Semana da Cultura Territorial de Conceição do Coité, realizada pelo CPECC e a Secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte e apoio financeiro do Fundo de Cultura do Governo do Estado da Bahia, teve atrações renomadas no cenário cultural.

A tarde de quinta-feira, 10, um encontro atípico entre repentistas e rappers embalou os amantes do improviso cantados, que contou com a ilustre participação do repentista Bule Bule, um dos mestres da cultura popular nordestina mais renomados do Brasil.

Com quatro repentistas (Bule Bule, Paraíba da Viola, Rafael Neto e Antônio Queiroz) e quatro rappers (Elder Almeida – DH, Gustavo Costa – Kaxi, Tiago Reis –DL e Tiago Oliveira – Nato) o duelo fluía de acordo com cada tema sorteado na hora pela organização do evento.

“Coité está de parabéns por fazer uma mistura poética muito elevada. Foi um tiroteio bonito, tudo mundo saiu ganhado, os rappers jovens fazendo com quê suas ideias possam valer e os cantadores também com maior experiência mostrando que a estrada que estão seguindo é perfeita, nobre e inovadora”, avaliou o mestre Bule Bule.

Grupo Tribal Artes de Goiabeira | Foto: Gilcimar Pereira

No Festival de Manifestações Populares, quatro grupos concorreram, Tribal Artes, da comunidade de Goiabeira (Conceição do Coité), Internacional Mundo Capoeira (Ichu), Batuque Social e Enigma da Dança, ambos de Conceição do Coité (sede).

O grupo Enigma da Dança fez sua apresentação exaltando o Maracatu, manifestação do folclore brasileiro que envolve dança e música e venceu o festival pelo segundo ano consecutivo.“Nem esperava ganhar, a gente vem fazendo um trabalho de manifestação popular diferenciado porque a cada ano trazemos uma linguagem diferente e ano que vem esperamos trazer novidades, pois precisamos mostrar o quanto nossa cultura é rica”, disse Willians Pretoh, dançarino do Grupo, que levou o prêmio de dois mil e quinhentos reais.

Grupo Enigma da Dança trouxe a expressão do Maracatu | Foto: Gilcimar Pereira

O grupo Tribal Artes, com o Maculelê ficou com na segunda colocação e ganhou mil e quinhentos reais já o terceiro lugar foi para a equipe do município de Ichu, Internacional Mundo Capoeira levando um mil reais.

A programação do dia foi encerrada com muito forró ao som de Del Feliz que com sua alegria contagiante fez os forrozeiros de plantão dançar do início ao fim do show.

Del Feliz sempre presente na Semana da Cultura de Coité | Foto: Gilcimar Pereira

Sobre a Semana da Cultura o forrozeiro salientou que a iniciativa serve de exemplo e que deveria ser seguida por todas as cidades. “De fato é um estímulo pra que outras cidades sigam esse exemplo e tentem fazer algo parecido, porque cada vez que a gente tem contato com outras culturas diferente, países diferentes a gente percebe o quanto esse aspecto cultural é valorizado tanto quanto a educação. Acho que Conceição do Coité tem feito muito bonito, por isso participar da Semana da Cultura pra mim tem sido muito especial. Tenho viajado bastante para palestrar e sempre que vamos falar de cultura me orgulha lembrar que Conceição Coité está dando esse exemplo e sendo vitrine na região”, falou Del.

Bule-Bule, Del Feliz e Fredson Costa | Foto: Gilcimar Pereira

Para o poeta coiteense Fredson Costa a Semana da Cultura tem se superado a cada ano. “Só cresce, temos que dá os parabéns para Coité, ao CPECC, Conselho de Cultura e seus núcleos, à prefeitura e para as parcerias.Coité é capital afro cultural do Sisal e fechar o dia de hoje com Del Feliz e o grande mestre da cultura popular brasileira, Bule Bule, é a expressão da diversidade desse evento”, avaliou.

Neste último dia da programação (11) tem ainda a apresentação da Fanfarra municipal de Conceição do Coité (FAMUCC), às 14hs, culminância das oficinas de teatro e coral, contação de causos e cantoria com Bule Bule, às 18hs e às 21hs show da Banda Menina Faceira, encerrando a Semana da Cultura.

Ascom CPECC – Gilcimar Pereira