Coronavírus: Fiscalização fecha empresa e proprietária toma prejuízo de R$ 30 mil em Jacobina


Nesta quarta-feira, 25 de março de 2020, a empresária Meirildes Mendes, proprietária da Sorveteria Alegria Chega Mais, na Rua Artur Diniz Veloso, entrou em contato com a nossa redação, insatisfeita com a Prefeitura Municipal de Jacobina.

Meirildes relata que recebeu na segunda-feira (23) uma visita da equipe de prepostos da Prefeitura Municipal com uma notificação para fechamento do seu estabelecimento, por determinação do decreto municipal que suspendeu as vendas no comércio, em prevenção ao Covid-19, o novo Coronavírus.

Mesmo argumentando que sua empresa está vinculada ao setor industrial, com a industrialização de picolés e sorvetes, que o seu enquadramento não consta no decreto para fechamento, eles não aceitaram e ameaçaram que os produtos seriam recolhidos, com expedição também de multa.

Com o estabelecimento fechado, pra piorar a situação, ao retornar na empresa para pegar um carregador de celular nesta quarta (25), Meirildes percebeu que disjuntor de energia havia desarmado e como não havia ninguém trabalhando no local, depois de dois dias, toda produção (picolés e sorvetes) foram perdidos, levando a um prejuízo de aproximadamente R$ 30.000,00.

"Estou indignada com esta situação e não entendo porque empresas pequenas como a minha estão sendo penalizadas desta maneira, enquanto grandes empresas como Yamana Gold, TEN, entre outras estão funcionando normalmente. Quem irá arcar com o meu prejuízo de R$ 30 mil? Estão prejudicando apenas os micro e pequenos empresários" disse Meirildes Mendes.

Fonte: Augusto Urgente!