‘Turma de Bolsonaro está ficando bem sujinha’, diz Gleisi sobre ministro do Turismo

'Turma de Bolsonaro está ficando bem sujinha', diz Gleisi sobre ministro do Turismo

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), criticou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG), e cobrou manifestação da PGR (Procuradoria-Geral da República) sobre o caso revelado pela Folha de S.Paulo de que o mineiro usou laranjas para desviar recursos na eleição.

"Duplo crime na prática do partido de Bolsonaro: fraudar a cota de mulheres e desviar recursos do Fundo Partidário", afirmou Gleisi, nas redes sociais. A deputada cobrou ainda posicionamento da PGR (Procuradoria-Geral da República) e do colega de Esplanada, Sergio Moro (Justiça).

"Esperemos que a PGR tome providências e que Sergio Moro se manifeste. Pra quem pregava moralidade, a turma de Bolsonaro está ficando bem sujinha", escreveu no Twitter. Além do PT, o PSOL também cobrou posição do governo sobre o caso. "Enquanto não explicar com argumentos sólidos, ele deveria no mínimo ser afastado do cargo", afirmou à reportagem o líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente (SP).

Ele afirmou que o partido estuda entrar com ação no Conselho de Ética da Câmara para pedir a cassação de Álvaro Antônio, que também é deputado federal.

A Folha de S.Paulo mostrou nesta segunda que o deputado federal mais votado em Minas patrocinou um esquema de candidaturas laranjas no estado que direcionou verbas públicas de campanha para empresas ligadas ao seu gabinete na Câmara. BN